“Eles são solidários, inteligentes, talentosos, amorosos, carentes, têm muita fé e vivem um dia de cada vez. Fui muito impactada e quero continuar fazendo isso”, afirma a líder, Maria Celia Veloso.

“Acredito que lá têm empreendedores que precisam de conhecimento, apoio e que eu poderia ajudar, sendo uma conexão entre eles e o mundo do saber e dos negócios”, afirma Maria Celia Veloso. A taxista e distribuidora de produtos terapêuticos acaba de fundar a Embaixada Craques, na Cracolândia, em São Paulo.

As reuniões semanais, sempre às terças-feiras à tarde, estão sendo realizadas em uma unidade de serviço social da Prefeitura. “Eles são um pouco desconfiados. Ficam observando à distância e vão chegando aos poucos. Por enquanto, temos pelo menos 10 participantes bastante interessados”.

Maria Celia aproveita os encontros para difundir os pilares do movimento (conhecimento, networking e liderança) e também leva atividades relacionadas a autoestima e novas habilidades. Os feedbacks têm sido positivos. “Alguns já me disseram que têm refletido bastante sobre as dinâmicas que realizamos nas reuniões”. 

A líder começou uma campanha de doação de livros e pretende pedir a profissionais como psicólogos, por exemplo, ajuda para contribuir com o desenvolvimento das pessoas da comunidade. “Quero fazê-las conquistar um lugar digno no mundo”, destaca.

“Eles são solidários, inteligentes, talentosos, amorosos, carentes, têm muita fé e vivem um dia de cada vez. Mesmo nesta situação, acreditam em dias melhores e estão em busca de oportunidades. Fui muito impactada e quero continuar fazendo esse trabalho”, finaliza Maria Celia.

Fonte: Geração de Valor.

WhatsApp
Enviar