No dia 6 de dezembro, o PENSA realiza o Seminário “Da fazenda à xícara: Uma perspectiva da cadeia de café no Brasil”, com o objetivo de discutir questões relacionadas à produção e ao consumo de café. Na ocasião, será lançado o livro “Coffee Consumption and Industry Strategies in Brazil”, editado por Luciana Florêncio e Eduardo Spers.

A obra foi prefaciada por Andrea Illy, presidente da illycaffè. No texto, o executivo resgata as origens do relacionamento da torrefadora italiana com os agricultores do maior produtor de café do mundo. “O Brasil é onde tudo orgulhosamente teve início e continua a se desenvolver. É o país que ainda está nos mostrando o caminho”, escreveu ele.

Com especial ênfase em estratégias de marketing e comportamento do consumidor de café no Brasil, o livro se divide em quatro seções – produção, indústria, varejo e consumo. Entre os capítulos, destaque para “illycaffè and flexible strategies: A case of a resilient company”, dos pesquisadores Luciana Florêncio de Almeida e Decio Zylbersztajn, e “Farm innovation: Nine cases of Brazilian coffee growers”, elaborado por Decio Zylbersztajn, Samuel Giordano e Christiane Leles Rezende, pesquisadores do PENSA e da Università del Caffè Brazil, que trataram no texto sobre inovação na cafeicultura.

O seminário, gratuito, acontece em São Paulo, na manhã do dia 6. É necessário inscrição prévia, que pode ser feita por meio do site do PENSA/FIA. Informações sobre a programação e a inscrição estão na página http://pensa.org.br/eventos/lancamento-do-livro-coffee-consumption-and-industry-strategies-in-brazil/

O PENSA, Programa de Estudos dos Negócios do Sistema Agroindustrial, é um centro de pesquisa avançado, da Fundação Instituto de Administração (FIA), que firmou parceria com a illycaffè para a instituição da Università del Caffè no Brasil, atuante por meio de atividades educativas como cursos, seminários e pesquisas sobre temas ligados à cafeicultura desde o ano 2000.

Sobre a illycaffè
A illycaffè (http://illy.com.br/) é uma empresa familiar italiana, fundada em Trieste em 1933, comprometida em oferecer o melhor café do mundo. É a marca de café mais global, produzindo um único blend de café espresso 100% arábica, com grãos provenientes de 9 países fornecedores, sendo o Brasil o principal. São consumidas mais de 8 milhões de xícaras de café illy por dia, em cafeterias, restaurantes, hotéis, escritórios e residências de mais de 140 países. Precursora do espresso, a illycaffè é considerada líder em ciência e tecnologia do café graças a três radicais inovações. Ao promover o primeiro Prêmio Ernesto Illy de Qualidade Sustentável do Café para Espresso, no Brasil em 1991, também foi pioneira na compra direta dos fornecedores, compartilhando know-how e pagando preços acima do mercado para quem atinge seus padrões de qualidade, em parcerias alicerçadas pelos princípios do desenvolvimento sustentável. Com o objetivo de difundir a cultura do café, fundou a Università del Caffè, um centro educacional de excelência que oferece treinamento teórico e prático em todos os aspectos do café para cafeicultores, baristas, equipes de lojas de café e amantes da bebida. Tudo que é “made in illy” é realçado pela beleza e a arte, representando os valores fundamentais da marca, a começar pelo seu logo, como são as mais de 100 xícaras da renomada illy Art Collection, desenhadas por artistas internacionais. A illycaffè empregava 1.294 pessoas globalmente em 2018, quando registrou receitas consolidadas de 483 milhões de euros.

Fonte: ADS Comunicação Corporativa

WhatsApp
Enviar