Os exportadores de café do Brasil embarcaram 3,19 milhões de sacas de 60 kg de café verde em maio, mais do que o dobro (aumento de 114%) do volume enviado em igual período do ano passado. A oferta local permitiu um contínuo crescimento na quantidade vendida ao exterior, após uma colheita recorde em 2018.

O preço médio por saca exportada pelo, entretanto, foi o menor para maio desde 2015, de acordo com relatório divulgado nesta segunda-feira pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). Os valores globais do café continuam atingindo as mínimas históricas,

Maior produtor mundial de café, o Brasil exportou 2,82 milhões de sacas da variedade arábica em maio, 95% acima de maio de 2018, enquanto os embarques de robusta saltaram mais de 700%, para 376.257 sacas.

Os números do café verde do Cecafé confirmam expectativa apontada pelos dados parciais da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), que indicaram que os embarques mais do que dobrariam em maio, ante o mesmo período do ano passado, quando as exportações foram prejudicadas pela baixa oferta e pelo impacto da greve dos caminhoneiros.

O Cecafé afirmou que o preço médio por saca embarcada em maio foi de US$ 118, significativamente menor que os US$ 152 por saca vistos em maio do ano passado, e ainda mais abaixo da máxima de US$ 170, registrada em 2017.

‘Momento positivo’
O presidente do órgão, Nelson Carvalhaes, disse que o momento é muito positivo, apesar dos preços baixos.

“O crescimento em volume para os principais destinos, assim como o aumento no segmento de alta qualidade, reforça a tendência positiva para o Brasil em sua parcela do mercado global”, afirmou Carvalhaes no relatório.

Os Estados Unidos foram o principal destino do café brasileiro em maio, com Alemanha e Itália vindo na sequência.

O Brasil também verificou um aumento nas exportações de café solúvel, que atingiram o equivalente a 326.172 sacas, 35% a mais que em maio do ano passado.

Dessa forma, o Brasil bateu um novo recorde mensal para o mês de maio em termos de volume de exportações. Somando verde e industrializado, o país exportou 3,5 milhões de sacas, com receita cambial de 416,2 milhões de dólares, aumento de 57,6%.

Por Reuters

WhatsApp
Enviar