A Psicologia Positiva é um movimento científico começou a ser desenvolvido em 1998, quando se percebeu uma necessidade de direcionar o olhar para o lado positivo do ser humano. “Enquanto a psicologia tradicional foca no estudo de disfunções e como tratá-las, a Psicologia Positiva foca seu olhar na felicidade do indivíduo”, explica a psicóloga Miriam Rodrigues.

A aplicação da Psicologia Positiva ajuda os sujeitos a cultivarem a felicidade e uma saúde mental positiva, tendo um estilo de vida que lhes permite não apenas suportar os reveses; ela auxilia a prosperar e buscar ser melhor. Segundo Miriam, o principal objetivo é “apontar os caminhos da vida feliz, de forma que tenhamos escolhas mais efetivas para a construção da felicidade”.

As hipóteses centrais da Psicologia Positiva

Miriam Rodrigues destaca as três teorias que nortearam as pesquisas científicas sobre a felicidade:

1. Em sua essência, o ser humano é bom.
2. Todos os seres humanos buscam a felicidade.
3. A felicidade está ligada a uma vida virtuosa, e não a um prazer efêmero.

A partir dessas três teorias os profissionais da saúde passaram a investigar o ser humano pela lente do lado saudável, tentando entender como é possível sustentar o bem-estar.

WhatsApp
Enviar